Festa de Natal das Lameiras trouxe novidades para 2007

Uma casa grande que se tornou pequena

16 de dezembro de 2006
Actuação da sala dos 4 anos do jardim-de-infância
É necessário preservar e manter as tradições e os valores do Natal, para que continuem a ser praticados nas famílias e na sociedade, defendeu Jorge Faria, Presidente da AML, na Festa de Natal das Lameiras. Foi dentro deste espírito que decorreu no passado dia 16 de Dezembro, nas instalações do Centro Social e Comunitário da Associação de Moradores das Lameiras, a tradicional Festa de Natal das crianças daquele aglomerado habitacional e dos utentes do Centro Social. Muitas centenas de crianças, jovens, idosos e respectivos familiares esgotaram o espaço dedicado à festa.
Na mensagem que dirigiu aos presentes, a todos os associados, funcionários, colaboradores e beneméritos, Jorge Faria, disse que “nesta época de Natal sentimo-nos todos atraídos pelos mais débeis da sociedade. Ocasião também, para esquecer pequenos desentendimentos e fomentar o encontro, num misto de convívio, alegria, ternura e solidariedade entre os povos”, referiu ainda que sente orgulho em ver as pessoas felizes e por isso “continuamos a lutar para que esta casa tenha sempre as melhores condições de acolhimento e alojamento para todos aqueles que recorrem aos seus serviços”.

Jorge Faria, referiu ainda que, a “AML não é apenas o Centro Social, ela também é o Edifício das Lameiras, que sofre de alguma erosão provocada pelos anos que passam e que pede rápidas intervenções. Naquele espaço, brevemente será inaugurada a conclusão, da remodelação em curso, do parque infantil, para que as nossas crianças possam brincar com mais segurança. Prosseguirão as obras de conservação e serão lançadas as obras de reformulação das antigas instalações, sendo uma parte para habitações e outra para a Cultura, Desporto e Acção Social.

Também o “Centro de Acolhimento Temporário de Mulheres Vítimas de Violência Doméstica”, adquiriu recentemente o estatuto de “Casa Abrigo” o que permitirá melhorar a qualidade daquele serviço. Continuamos a desenvolver o nosso projecto educativo com o título: “Crescer com os outros – amar a natureza”, procurando dentro deste espírito desenvolver novas acções na educação para os valores, no acolhimento e na formação, das crianças, dos jovens e dos adultos”. Terminou a sua mensagem desejando a todos boas festas de Natal e Ano Novo.

A Festa prosseguiu com as seguintes interpretações: a Creche apresentou uma canção intitulada «O Menino está dormindo» depois, a sala dos três anos do Jardim-de-infância cantou: «Um mundo para a nossa felicidade», enquanto o CATL exibiu a dança: «Jingle bells» e a sala dos quatro anos do Jardim-de-infância entoou a canção: «Menino Jesus», depois voltou o CATL com a dança: «Hossana», seguindo-se a sala dos cinco anos do Jardim-de-infância com a dramatização: «A menina de todas as cores». Por sua vez, os Idosos apresentaram vários poemas e a canção: «Noite Feliz», o CATL declamou a poesia: «O Sonho do Pai Natal», a turma de inglês apresentou a canção: «Jingle bells», tendo depois o CATL feito as suas despedidas com outra canção de Natal. Durante a Festa “COSTINHA” um cantor bem conhecido de todos os famalicenses e membro da Direcção da AML, teve uma actuação muito especial, que todos apreciaram e aplaudiram. O dia terminou com o tradicional jantar de Natal, com a participação do pessoal dirigente, funcionários e colaboradores, que reuniu mais de uma centena de pessoas dos vários departamentos e valências da AML.

Adicionar comentário

Subscrever newsletter

As novidades da AML na sua caixa de correio.



BoletimBoletim cultural e informativo

Ler online »