23.º Aniversário da AML voltado para os mais idosos

Vereador da Habitação anunciou: «Famalicão vai ter residências, para idosos, assistidas»

27 de maio de 2007
Mesa que presidiu aos trabalhos
 A AML celebrou no passado dia 25 de Maio o seu 23.º Aniversário, desta vez voltado para a população mais idosa. Um Seminário realizado naquele dia, no Auditório da Biblioteca Municipal, colocou na ordem do dia a problemática deste sector etário da população. Foram apresentados por algumas especialistas, diversos conceitos da terceira e quarta idades, serviços especializados de apoio ao domicilio, Lar e Centros-de-Dia e, por fim, quatro experiências, bem sucedidas, de trabalhos realizados com idosos, partilhadas pelas instituições da Associação de Moradores das Lameiras e Santa Casa da Misericórdia na cidade de V.N. de Famalicão, Associação Engenho, em Arnoso Santa Maria e Casa de Giestais da ATC em Joane. Um casal de idosos apresentou a sua experiência de vida e o significado que tem para eles viverem na sua residência pessoal com qualidade de vida, sem necessidade de recorrer às instituições.
 A Sessão de Encerramento, prevista para o recinto das Lameiras, realizou-se no Centro Social e Comunitário das Lameiras, devido ao tempo incerto que se fazia sentir. Nesta Sessão, presidida pela Directora do CDSS de Braga, Dra. Maria do Carmo Antunes, foram anunciadas algumas novidades para os idosos do Concelho de Vila Nova de Famalicão. O Vereador da Habitação, Jorge Paulo Oliveira, que se encontrava presente na mesa, referiu que a Câmara Municipal vai lançar, a médio prazo, um novo equipamento de assistência a idosos: “as re­sidências assistidas”. Trata-se de um projecto, segundo referiu, que se encontra em estudo e que envolve uma parceria pú­blico-privada. O autarca, sublinhou ainda a ne­cessidade de ser implementa­do no distrito de Braga o Pro­grama de Conforto Habitacio­nal para Idosos, que está, de momento, em fase de projec­to-piloto, em Bragança.

Conforto Habitacional para idosos

Jorge Paulo Oliveira, deu os parabéns à AML por «23 anos de excelência no apoio à comunidade», lem­brou que, nos últimos anos, o concelho de Famalicão re­gistou um crescimento de 48 por cento no número de ido­sos e um decréscimo de 10 por cento na natalidade. Mos­trando-se preocupado com es­tes dados, o vereador da Ha­bitação manifestou a sua apreen­são actual no conforto habitacional das camadas mais velhas da população.

Por sua vez a directora do Centro Regio­nal de Segurança Social de Bra­ga, Maria do Carmo Antunes, regozijou-se com os 23 anos da AML e o serviço que esta instituição presta à Comunidade, pelo conjunto diversificado de valências que tem protocoladas com a Segurança Social, pelos serviços de qualidade que presta aos utentes, motivos mais que suficientes para participar neste aniversário. Referindo-se ao envelhecimento da população disse que «toda a gente fala de Braga como o distrito mais jovem do país e até da Europa, mas não têm presente que este mesmo dis­trito tem uma taxa de enve­lhecimento superior à média nacional». Maria do Carmo Antunes referiu que o Governo se pre­para para implementar noutras regiões do país o Progra­ma de Conforto Habitacional para Idosos. Esperemos que o mesmo chegue ao distrito de Braga brevemente, referiu.

AML  pretende alargar apoio a vítimas de violência

Na intervenção que proferiu o presidente da Direcção da AML, Jorge Faria, anunciou que a instituição está a negociar com a Câmara de Famalicão, ainda para este ano, a aquisição de mais uma habitação para acolher crianças e mulheres vítimas de violência domés­tica, deste modo, será possível alargar a capacidade de resposta da “Casa Abrigo” e responder às necessidades desta realidade e aos apelos da própria Se­gurança Social. O Presidente da AML refe­riu também que, brevemente, avançarão as obras de recu­peração das antigas instala­ções, começando pela par­te sul/nascente, que permiti­rá transferir dos degradados pré-fabricados as actividades que ainda decorrem naquele espaço deteriorado. Nestas obras serão contempladas também as instalações do Grupo Desportivo e os Gabinetes de Atendimento e Acompa­nhamento Social. Numa se­gunda fase serão construídas as tão ambicionadas 15 habitações de tipologia TO para pessoas idosas ou que vivam sozinhas, cujo projecto está pronto.  A Festa do Aniversário terminou com uma excelente actuação do Grupo de Cantares e Cavaquinhos da Casa do Professor de Vila Nova de Famalicão e partilha do Bolo de Aniversário por todos os presentes a que se associaram as entidades convidadas.

Adicionar comentário

Subscrever newsletter

As novidades da AML na sua caixa de correio.



BoletimBoletim cultural e informativo

Ler online »