Programa de Acção para o triénio 2011 - 2013

«Interlaçar Raízes»

18 de janeiro de 2011
Interlaçar Raízes
“INTERLAÇAR RAÍZES

«Interlaçar raízes» será o lema do próximo triénio da Associação de Moradores das Lameiras. Esta opção implicará uma união de esforços para que nenhuma “raiz” fique de fora e se sinta interlaçada nas novas dinâmicas, encontrando nesta instituição o aconchego para a resolução de situações que passam pela infância, juventude, família e terceira idade.

Os Corpos Gerentes da AML estão conscientes que o triénio de 2011 a 2013 será particularmente difícil para todos, sobretudo para a população desempregada e para aqueles que dependem dos subsídios sociais para viver. A crise instalada no nosso país e a nível mundial acabou por atingir de forma cruel os mais frágeis da sociedade. Apesar desta situação os Corpos Gerentes que agora tomaram posse, propõe-se concretizar entre 2011 e 2013 as seguintes acções:

1. Executar os planos de acção, actividades, investimentos e orçamentos aprovados pela Assembleia-geral;

2. Continuar apostar na inovação, qualificação e formação, rumo à excelência, de todos quantos trabalham no Centro Social das Lameiras;

3. Gerir com eficácia e determinação as diferentes respostas sociais (valências): Creches, Pré-escolar, CATL, Centro de Estudos e Animação Juvenil (CEAJ), Centro de Dia, Lar e Apoio Domiciliário a Idosos, “Casa Abrigo”, Gabinete Social do Edifício das Lameiras e Gabinetes de Atendimento e Acompanhamento Social às freguesias de Antas e Calendário (GAAS).

4. Incentivar o voluntariado na cultura e no desporto, através do teatro – Grupo TELA, Coro Vivace Música da AML, publicação do Boletim Cultural e actividades formativas, bem como a área desportiva e suas diferentes modalidades: Futebol de Salão, Andebol, Pesca desportiva, Atletismo, entre outras.

5. Reduzir a dívida contraída com a construção do Centro Social das Lameiras.

6. Construir 15 apartamentos T0 nas antigas instalações da creche e jardim-de-infância, para pessoas idosas ou que vivam sozinhas.

7. Procurar um novo terreno, na freguesia de Antas, ou freguesias circunvizinhas, para implantar novas respostas sociais.

8. Realizar pequenas intervenções no Edifício das Lameiras, em conformidade com o Acordo de Colaboração assinado com a Câmara, o plano de acção e orçamento acordados entre as partes.

9. Continuar os estudos, juntamente com a Câmara Municipal, para aumentar a capacidade de aparcamento automóvel junto às Lameiras.

10. Propor intervenções de fundo em todo o Aglomerado Habitacional, a fim de preservar a sua estrutura e defendê-lo das intempéries e corrosão do tempo.

11. Convidar os antigos alunos do Centro Social para iniciativas de carácter cultural e interventivo.

12. Estudar e promover fontes alternativas de sustentabilidade da AML, com prioridade para as energias renováveis.

13. Criar as bases para fazer do Edifício das Lameiras o primeiro ECO-BAIRRO do país.

Adicionar comentário

Subscrever newsletter

As novidades da AML na sua caixa de correio.



BoletimBoletim cultural e informativo

Ler online »