Novos Corpos Gerentes da AML tomaram posse

14 de janeiro de 2014
O polivalente do Centro Social das Lameiras encheu, no passado dia 10 de janeiro, para assistir à tomada de posse dos Corpos Gerentes da Associação de Moradores das Lameiras para o triénio de 2014/2016.

Para a posteridade aqui ficam os nomes dos dirigentes empossados:



Mesa da Assembleia-geral:

Presidente: José Maria Carneiro da Costa
1º. Secretário: José Carlos Monteiro Cardoso
2º. Secretária: Judite Ferreira Borges
Direcção:
Presidente: Jorge Manuel Ribeiro Faria
Vice-Presidente: António José Silva Ferreira dos Santos
Secretária: Maria de Lurdes da Costa Ferreira
Tesoureiro: António Ferreira da Silva
Vogal: Manuel Luís de Oliveira
Vogal: Carlos Alberto Mendes de Oliveira
Vogal: Maria Élia da Silva Marques Ribeiro
Suplente: José Carlos Ferreira Bastos
Conselho Fiscal:
Presidente: Américo Joaquim da Silva Rodrigues
1.º Vogal: Carla Sofia de Santana Afonso Ribeiro Faria
2.º Vogal: Manuel Bastos da Mota

Programa dos eleitos em 27 de Dezembro 2013 

“Interlaçar Novas Raízes”

«Interlaçar novas raízes» será o lema do próximo triénio da Associação de Moradores das Lameiras. Esta opção implicará uma união de esforços para que nenhuma “raiz” fique de fora e se sinta interlaçada nas novas dinâmicas, encontrando nesta instituição o aconchego para a resolução de situações que passam pela infância, juventude, família e terceira idade.

Os futuros Corpos Gerentes da AML estão conscientes que o próximo triénio continuará a ser muito difícil para todos, sobretudo para a população desempregada e para aqueles que dependem dos subsídios sociais para viver. A crise que se instalou no nosso país e a nível mundial acabou por atingir de forma cruel os mais frágeis da sociedade. Apesar desta situação os componentes da Lista A propõe-se concretizar entre 2014 e 2016 as seguintes ações:

1. Executar os planos de ação, investimentos e orçamentos aprovados pela Assembleia-geral;

2. Continuar apostar na inovação, qualificação e formação, rumo à excelência, de todos quantos trabalham no Centro Social das Lameiras;

3. Gerir com eficácia e determinação as diferentes respostas sociais: Creches, Pré-escolar, CATL, Centro de Estudos e Animação Juvenil (CEAJ), EcoAnimateca, Centro de Dia, Lar e Apoio Domiciliário a Idosos, “Casa Abrigo”, Gabinete Social do Edifício das Lameiras e Gabinetes de Atendimento e Acompanhamento Social a Antas e Calendário (GAAS).

4. Incentivar o voluntariado na cultura e no desporto, através do teatro – Grupo TELA, Coro Vivace Música da AML, edição do Boletim Cultural e atividades formativas, bem como a área desportiva e suas diferentes modalidades: Futebol de Salão, Andebol, Pesca desportiva, Atletismo, entre outras.

5. Construir 15 apartamentos T0 nas antigas instalações da creche e jardim-de-infância, para pessoas idosas ou que vivam sozinhas.

6. Procurar um novo terreno, em Antas e Abade de Vermoim, ou freguesias circunvizinhas, para implantar novas respostas sociais.

7. Realizar pequenas intervenções no Edifício das Lameiras, em conformidade com o Acordo de Colaboração assinado com a Câmara.

8. Incentivar a Câmara Municipal a alargar o passeio entre a Escola e o Centro Social das Lameiras e a aumentar a capacidade de aparcamento automóvel junto ao Edifício.

9. Preservar o Edifício das Lameiras e defendê-lo das intempéries e corrosão do tempo.

10. Convidar os antigos alunos do Centro Social para iniciativas de carácter cultural, interventivo e recreativo, propondo a criação do almoço/jantar anual de antigos alunos.

11. Renovar e aumentar a frota de viaturas com recurso a apoios externos.

12. Estudar e promover fontes alternativas de sustentabilidade da AML, com prioridade para as energias renováveis.

13. Dinamizar parcerias e iniciativas educativas e ambientais no ECO-BAIRRO das Lameiras.

Adicionar comentário

Subscrever newsletter

As novidades da AML na sua caixa de correio.



BoletimBoletim cultural e informativo

Ler online »