Festa Popular da Cultura e dos Sabores

30 de junho de 2016
A parte norte do recinto do complexo habitacional das Lameiras, em Vila Nova de Famalicão, encheu com mais de um milhar de pessoas para participar na «Festa Popular da Cultura e dos Sabores», realizada pela Associação de Moradores das Lameiras, com o apoio da fundação INATEL, no passado dia 24 de junho entre as 18,30 e as 22,30 horas
Uma festa de luz, cor e alegria de um arraial que se alojou num espaço decorado a preceito. Intervenientes de todas as idades, desfilaram durante quatro horas, num espaço de tempo que não foi tempo, pelo palco fixo que emerge naquele complexo habitacional com as suas 290 habitações.
 
Uma sequência de mais de duas dezenas de atuações foi marcando a cadência na transição do dia para a noite iluminada de S. João, com luzes de muitas cores, num ritmo encantador de alegria, ternura e criatividade. O Centro Social das Lameiras saiu das suas instalações e «saltou» para o meio do bairro popular, para exibir o que de melhor realiza com os/as frequentadores diários das suas respostas sociais.
 
Barracas devidamente engalanadas e apetrechadas, mesas e cadeiras, serviram de complemento a uma festa que para além de popular e cultural também foi dos sabores das bifanas, sardinha assada, churrascos, «barriguinhas», caldo verde e outros aperitivos, regados com bebidas adequadas para cada um dos sabores e condição dos utilizadores. A afluência foi tanta que a organização teve dificuldade em responder a todas as solicitações. A completar esta parte, também não faltaram os sabores dos doces, com a sua variedade artística na confeção caseira de muitos pais e encarregados de educação que quiseram oferecer e tornar presente a «sua marca pessoal», nesta festa de todos e para todos.
 
Quem não escondeu a sua satisfação, foi o presidente da direção da Associação de Moradores das Lameiras, Jorge Faria, que agradeceu tão elevado número de participantes numa festa anual, única no meio, que começa a ganhar raízes e tradição num envolvimento de residentes e não residentes que desfrutam de um espaço, gerido pela AML através de um protocolo com o município de Vila Nova de Famalicão, agradável, bem cuidado e harmonioso. Jorge Faria que foi por duas vezes ao palco entregar os diplomas a dois grupos de finalistas: os que terminaram o jardim e seguem para o primeiro ciclo e os que terminaram o primeiro ciclo e seguem para a fase de ensino seguinte, «este é o espaço onde todos, sem exceção, podem desfrutar um lugar aberto à comunidade alargada, seguir a atuação dos familiares em palco e saborear paladar dos grelhados de arraial. Estou contente com esta adesão e colaboração das equipas que deram vida a esta festa», rematou Jorge Faria.
 
Entretanto, as iniciativas de verão com atividades específicas desta Associação prosseguem no próximo dia 4 de julho, com o arranque das colónias balneares que decorrerão na praia do Forno, em Vila do Conde, até ao dia 29 do mesmo mês, com saída diária do Centro Social das Lameiras pelas 08,30 e chegada ao mesmo local pelas 18,30 horas. Estão inscritos nestas duas quinzenas 215 participantes entre crianças, jovens e algumas pessoas idosas. Em Vila do Conde, haverá o apoio de uma escola local, onde será servida a refeição do meio-dia, transportada desde o Centro Social das Lameiras, em Famalicão, para a escola de apoio, em Vila do Conde.

Adicionar comentário

Subscrever newsletter

As novidades da AML na sua caixa de correio.



BoletimBoletim cultural e informativo

Ler online »