Acordo de colaboração entre a Câmara de Famalicão e a AML para o Edifício das Lameiras renovado

A gestão dos parques habitacionais deve assentar na responsabilização colectiva e no envolvimento de todos os seus actores

2 de fevereiro de 2006
Complexo Habitacional das Lameiras - V. N. de Famalicão

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão renovou o acordo de colaboração que tem mantido com a Associação de Moradores das Lameiras (AML), desde 2004, quando assumiu a gestão do Complexo Habitacional, até então propriedade do Instituto de Gestão e Alienação do Património Habitacional do Estado (IGAPHE). A decisão que foi aprovada, por unanimidade, na última reunião do executivo camarário, implica a atribuição de um subsídio mensal à AML de 8.840 euros.  Com este subsídio mensal e a comparticipação dos moradores, na ordem dos 400,00 euros mensais a AML compromete-se gerir com eficácia as 290 casas do Complexo Habitacional das Lameiras, assumindo a sua gestão e diversas actividades de caracter social e apoio aos moradores mais carenciados.
A Câmara Municipal entende e, a AML assim o tem demonstrado, de que "a gestão dos parques habitacionais deve assentar na responsabilização colectiva e no envolvimento de todos os seus actores e pelo esforço, empenho e competência demonstrados pela AML, a Autarquia decidiu, mais uma vez, renovar os votos de confiança e colaboração com esta Associação."







No âmbito do acordo, têm sido concretizadas um conjunto de obras de conservação e de reabilitação do complexo e desenvolvido um conjunto de serviços de natureza social que vão desde o atendimento às famílias, visitas domiciliárias, realização de inúmeras acções de prevenção primária na área da toxicodependência, acompanhamento de situações de vulnerabilidade económica e social, promoção de diversas acções de carácter social, cultural e recreativo e de incentivo à participação e consciencialização dos moradores para o pagamento da renda. Fruto deste acordo, foi possível manter em pleno funcionamento um Gabinete Social, com uma técnica superior de Serviço Social e de um escriturário a tempo parcial.

Sujeito a um novo Plano de Acção Global, o qual se insere no Plano de Actividades e Orçamento para 2006 da AML, a renovação do acordo implica a continuidade da colaboração desta Associação na concretização de uma série de iniciativas, quer estejam relacionadas com a conservação e beneficiação dos edifícios e dos espaços exteriores, quer com a intervenção social e a melhoria da qualidade de vida de todos os que residem nas Lameiras.


Adicionar comentário

Subscrever newsletter

As novidades da AML na sua caixa de correio.



BoletimBoletim cultural e informativo

Ler online »