Moradores das Lameiras celebram 24 anos

Missa Campal no Recinto do Complexo Habitacional

3 de abril de 2007
Pormenor da Festa da Páscoa nas Lameiras em 2005
Os moradores que habitam nas 290 casas do Edifício das Lameiras, local onde esta Associação nasceu, em Vila Nova de Famalicão, celebram no próximo Domingo de Páscoa, dia 8 de Abril, 24 anos de residência e convivência naquele espaço habitacional. Para assinalar a efeméride, como vem sendo tradição, a AML em colaboração com a Paróquia de S. Tiago de Antas e a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, prepararam um program alusivo à data, com as seguintes iniciativas:
Às 09,00 horas, difusão de música religiosa gravada, seguindo-se pelas 9,15 horas a Visita Pascal de quatro Compassos às famílias das Lameiras que o desejarem. Pelas 10,45 horas – Visita Pascal aos residentes (idosos) do Centro Social e Comunitário. Às 11,00 horas, saírá uma procissão daquele Centro, para o recinto do Edifício das Lameiras, onde haverá Missa Campal, presidida pelo Pároco de Antas, Pe. António Santos Oliveira, em memória de todos os que já faleceram e de acção de graças pelo trabalho que se tem realizado naquele meio em prol da Comunidade residente. No final, os Compassos seguem para a Capela de Santo António, na Rua Alves Roçadas, de onde partirão, com os restantes da paróquia, em Cortejo Pascal, até ao Quartel dos Bombeiros Voluntários de Famalicão. Chegados a esse local, e depois de recebidos em festa pelo Corpo de Bombeiros, será celebrada a Eucarístia Solene do Dia de Páscoa pelas12,30 horas, que encerrará as cerimónias pascais deste dia.

A Direcção da AML convida todos os famalicenses a visitarem as Lameiras neste Dia de Páscoa e a participarem na Missa Campal às 11 horas da manhã daquele dia.

Recorde-se que o Dia de Páscoa tem bastante significado para a população das Lameiras. Foi naquele dia, em 1983, que um grupo de moradores, que mais tarde contribuiu para a criação da AML, se organizou e pediu ao então Pároco de Antas para, naquele dia, celebrar uma Missa Campal, que assinalasse a inauguração daquele novo espaço habitacional e a bênção das suas 290 casas. O Edifício das Lameiras nunca chegou a ser inaugurado pelas entidades oficiais, dadas as fragilidades de construção detectadas pelos primeiros moradores a residir naquele espaço. Mais tarde, entre 1989/90, foi reabilitado pelo então IGAPHE, ficando com a configuração actual. Apesar de todas as intervenções, persistem ainda muito trabalho a realizar que, graças a um Acordo de Colaboração, para a gestão, celebrado em 20 de Maio de 2004, entre a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, nova proprietária, e a Associação de Moradores das Lameiras, tem sido possível, em cada ano, delinear um plano de intervenção e resolver em conjunto, por etapas, alguns dos problemas mais graves. Graças a esta parceria tem sido possível responder, quase na hora, às situações de emergência e prosseguir com o plano de acção traçado para o ano em curso.

O Presidente da Direcção

Jorge Manuel Ribeiro Faria

Adicionar comentário

Subscrever newsletter

As novidades da AML na sua caixa de correio.



BoletimBoletim cultural e informativo

Ler online »