Rui Pereira continua desaparecido há 12 anos

3 de março de 2011
Rui Pereira com 12 anos
A recente notícia da acusação pelo Ministério Público e a identificação de um culpado pelo rapto de Rui Pedro de Lousada, fez despoletar a esperança nos familiares de Rui Pereira, das Lameiras, na cidade de Vila Nova de Famalicão, também desaparecido há 12 anos.
Com efeito fez no dia 02 de Março de 2011, doze anos que o jovem Rui Pereira, então com 13 anos, desapareceu de casa de seus pais, no Edifício das Lameiras, em Vila Nova de Famalicão, ao fim da tarde, quando brincava com outro amigo no Parque de Sinçães. Os pais, Joaquim Martins e Laurinda Pereira, e os seus três irmãos, não esquecem o sofrimento permanente e a angústia constante de doze anos que passaram, sempre há espera de uma boa notícia, mas acreditam que o Rui, desaparecido em dois de Março de 1999, continua vivo e sentem esta presença no seu coração. Enquanto criança, este jovem hoje com 25 anos, frequentou diversas valências do Centro Social das Lameiras, a última das quais no CATL. Para a Direcção da Associação de Moradores das Lameiras este caso deve merecer o acompanhamento devido das autoridades competentes e, pela sua parte, continuará a dar todo o apoio à respectiva família, até que o Rui Pereira regresse novamente à Comunidade que o viu nascer, crescer e desaparecer. Qualquer informação contacte a Associação de Moradores das Lameiras, em Vila Nova de Famalicão (Portugal) pelo telefone (00351) 252501700 ou pelo E-mail: geral@amlameiras.pt

Adicionar comentário

Subscrever newsletter

As novidades da AML na sua caixa de correio.



BoletimBoletim cultural e informativo

Ler online »