Programa de ação e orçamento para 2016 aprovados

11 de dezembro de 2015
A Assembleia geral da Associação de Moradores das Lameiras aprovou, por unanimidade, no passado dia 23 de novembro, o programa de ação e o orçamento para 2016. 
«Em 2016 continuaremos «Sempre a Cuidar de ti!» com amor e carinho. Queremos que te sintas bem e que encontres nas nossas respostas socias o espaço que procuras para cresceres, brincares, estudares, reviveres as tuas memórias, celebrares os acontecimentos importantes da tua vida e disfrutares do ambiente confortável da tua casa. A Associação de Moradores das Lameiras possui um conjunto de colaboradores e colaboradoras que cuidam de ti e tudo fazem para que te sintas bem. Para responder a esta dinâmica acolhedora e participativa, continuamos a desenvolver ações que melhorem continuamente esta interação entre cuidadores e cuidados», lê-se na introdução do programa de ação para 2016.
Este «cuidar» estende-se também às outras atividades que a Associação de Moradores das Lameiras desenvolve, através da cultura, do ecobairro, do desporto, da ocupação dos tempos livres e o cuidado necessário com a área envolvente ao espaço habitacional e também social.
Coube a Jorge Faria, presidente da direção, apresentar este programa, por setores, aos associados: sector infanto-juvenil, constituído pelas respostas sociais de Creche, Pré-escolar, Centro de Atividades dos Tempos Livres, com o Centro de Estudos e Animação Juvenil e a Animateca das Lameiras; setor de idosos que inclui as respostas sociais da Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (lar), Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário (SAD); o setor da área social com o Gabinete de Atendimento e Acompanhamento Social - GAAS, Gabinete Social do Edifício das Lameiras - GSEL e ainda a Casa Abrigo e o Centro de Emergência para mulheres e crianças vítimas de violência doméstica.
Seguem-se os setores: qualificação e formação; voluntariado, onde estão incluídas todas as atividades que a AML desenvolve com a população para além do Centro Social, como sejam: a Secção Cultural; o Coro Vivace Musica; o Boletim Cultural; o Grupo Tela, Grupo Desportivo, com prioridade para o futebol de salão e a pesca desportiva.
Para Jorge Faria o programa de ação pretende assegurar uma comunicação eficaz e a clara atribuição de responsabilidades para que nesta dinâmica de «Sempre a Cuidar de Ti», não seja apenas uma frase, mas represente uma ação concreta que abranja toda a instituição. Por isso estão previstos mecanismos de avaliação permanentes das atividades a realizar, referiu.
Quanto ao orçamento para 2016, prevê uma despesa de 1.764.415,93 € e uma receita no montante de 1.765.442,91 €. O saldo previsional está calculado em 1.026,98 €. No que diz respeito aos investimentos, está previsto um investimento de 160.000,00 €. Jorge Faria afirma que «as perspetivas continuam a ser de incertezas que se têm prolongado no tempo e não tem permitido, uma série de investimentos prometidos há vários anos. A AML procurará privilegiar os investimentos que lhe pareçam vir a contribuir para ajudar a instituição a caminhar para a sua autossustentabilidade. Pretendemos reforçar os equipamentos que produzem energias renováveis, com o objetivo de fazer diminuir os gastos com o gás e eletricidade e avançar, se as condições o permitirem, com o projeto de construção de 15 apartamentos T0 para pessoas idosas, com recurso a fundos comunitários», concluiu.
Para a AML o programa de ação e orçamento são instrumentos relevantes, que conferem aos diferentes atores sociais as ferramentas e o espaço com diversas propostas de ação, que depois de concretizadas, permitirão novos desafios e novos compromissos na transformação do meio onde cada um/a reside, estuda, trabalha e ocupa de forma organizada os seus tempo livres. 

Adicionar comentário

Subscrever newsletter

As novidades da AML na sua caixa de correio.



BoletimBoletim cultural e informativo

Ler online »