Comemorações do XXI Aniversário da AML

19 de maio de 2005
Recinto das Lameiras - um dos locais onde decorrerão as celebrações do XXI aniversário da AML
A AML – Associação de Moradores das Lameiras, comemora no próximo dia 25 de Maio o seu XXI Aniversário, durante o dia no recinto das Lameiras e à noite, no Auditório da Fundação Cupertino de Miranda. Nessedia estão previstas as seguintes iniciativas: Pelas 8 horas da manhã serão hasteadas as bandeiras nos mastros do recinto do Edifício das Lameiras e no Centro Social e Comunitário. Pelas 16 horas haverá música gravada e serão desenvolvidas diversas actividades desportivas e infanto-juvenis.

Pelas 18 horas, será benzida e inaugurada uma nova viatura destinada ao “Serviço de Apoio Domiciliário a Idosos”, na cidade de Famalicão. Depois serão cantados os parabéns à AML e haverá distribuição do bolo de aniversário a todos os presentes. À noite, pelas 21 horas, no Auditório da Fundação Cupertino de Miranda, será realizado o IX SARAU CULTURAL da AML, este ano dedicado às crianças e que terá entre outras as seguintes actuações: Entrada, com uma coreografia de Cátia Oliveira (Porto). Depois, seguem-se: apresentação de “Mini-Chuva de Estrelas”, com um dueto constituído por Diogo Silva de 9 anos e Alexandre Gomes de 10 anos. A seguir actuarão individualmente: Hugo Soares de 8 anos; Soraia Silva de 9 anos; Paulo Mendes de 8 anos e Liliana Miranda de 8 anos. Depois actuará outro dueto constituído por Mónica Guincho de 8 anos e Tibério Cardoso de 9 anos e, finalmente, um terceiro dueto constituído por Ana Filipa de 8 anos e Clara Rafaela também de 8 anos.


Após a actuação das crianças e enquanto o Júri se encarregará de atribuir a respectiva pontuação a cada uma das canções apresentadas, entrará em palco o Grupo de teatro “TIN’BRA” de Braga, com a peça "A Etiqueta". Depois será a vez da actuação de “COSTINHA”, com diversas canções populares. Terminará a sua actuação com o coro das crianças do ATL (sala da música). Por fim, haverá entrega de prémios às crianças participantes no “Mini-chuva de Estrelas” e será apresentada a canção vencedora. A apresentação deste IX Sarau Cultural estará a cargo de Denise Camposinhos, coordenadora do grupo TELA da Associação de Moradores das Lameiras.

Recorde-se que a Associação de Moradores das Lameiras foi fundada, oficialmente, no dia 25 de Maio de 1984. Nasceu no Complexo Habitacional das Lameiras, constituído por 290 casas, 30 lojas comerciais e as instalações sociais da AML, onde residem cerca de 1500 pessoas. Em Setembro de 2003 inaugurou um moderno e funcional Centro Social e Comunitário, construído de raiz na parte exterior do topo norte do Edifício das Lameiras, que acolheu diversas valências que funcionaram durante dezoito anos em condições precárias, no rés-do-chão de dois blocos daquele complexo habitacional. Actualmente acolhe nas novas instalações mais de 360 utentes nas valências de creche, jardim-de-infância, ATL, centro de animação juvenil, apoio domiciliário a idosos, centro-de-dia e lar. No edifício das Lameiras continuam a funcionar os serviços de apoio social, não só aos moradores das Lameiras, como também o apoio descentralizado da Segurança Social para as freguesias de Antas e Calendário, apoio a mulheres “vítimas de violência doméstica” e grupo desportivo. Nos prés-fabricados das Lameiras, que brevemente serão substituídos, ainda funcionam o grupo TELA – Teatro Experimental das Lameiras, a secção de pesca desportiva, o centro juvenil nocturno e uma garagem/oficina.

Actualmente decorrem obras de adaptação do piso dois do Centro Social e Comunitário para aumentar a capacidade do lar de idosos em mais seis camas. O Centro de Acolhimento para mulheres também está em obras de beneficiação. Estas obras, totalmente suportadas pela AML, rondam os 35.000,00 Euros.

Paralelamente, o Edifício das Lameiras também está em obras de reabilitação que implicam a impermeabilização dos patamares das casas 231 até à 260, que contempla 30 casas num investimento de 22.618,00 € e pintura de todos os gradeamentos dos respectivos patamares no valor de 14.873,81 €, totalizando 37.491,81 €. As obras no Edifício das Lameiras estão contempladas no Acordo de Colaboração assinado com a Câmara Municipal em Maio de 2004.

Brevemente avançarão as obras de recuperação das antigas instalações, sendo a parte sul destinada à cultura, desporto e Acção Social e a parte norte para construir 15 habitações T0.

Adicionar comentário

Subscrever newsletter

As novidades da AML na sua caixa de correio.



BoletimBoletim cultural e informativo

Ler online »